quinta-feira, 22 de março de 2012

Uma década depois de 'N Sync e Backstreet Boys, as boy bands estão de volta

One Direction tem feito sucesso na Inglaterra.
Nova York — Parece que nunca poderemos dizer “bye, bye, bye” para as boy bands. Uma década depois que 'N Sync e Backstreet Boys dominaram o universo do entretenimento, os grupos formados apenas por garotos estão de volta e se preparam para reconquistar o mundo.

O One Direction, quinteto britânico que ficou em terceiro lugar no concurso de talentos britânico “X Factor”, em 2010, verá seu disco “Up all night” estrear no topo da lista dos 200 álbuns mais vendidos na “Billboard” desta semana. Enquanto isso, o grupo The Wanted, outro quinteto nascido na Grã-Bretanha, está pela segunda semana em 4º lugar na lista dos 100 singles mais “quentes” da “Billboard” com a música “Glad you came”.

A Big Time Rush, uma boy band formada por quatro garotos que tem um programa de TV de sucesso no canal por assinatura Nickelodeon indo para a terceira temporada, encerrou recentemente uma temporada de shows com ingressos esgotados na renomada casa de espetáculos Radio City Music Hall, em Nova York, e vai embarcar um uma turnê por Estados Unidos e Canadá ao longo do verão norte-americano.

Ainda tem a Mindless Behavior, boy band criada pelo executivo que descobriu Lady Gaga — Vincent Herbert — estreou na segunda posição das paradas de R&B no fim de 2010com o disco “(hash)1 Girl”, e saiu em turnê ao lado de Janet Jackson e Justin Bieber, entre outros.

“Está explodindo”, explicou Ernie D., diretor criativo e locutor da Rádio Disney. “É realmente incrível ver, especialmente do lado em que estou, todas as ligações dos ouvintes. Com certeza essa febre está crescendo”.

A tal “febre” é reminiscente de um tempo em que 'N Sync duelava com Backstreet Boys pelo posto de maior sucesso musical, vendendo milhões de discos e ingressos de shows, graças a milhões de garotas que investiam tempo e dinheiro dos pais em sua boy band favorita. 'N Sync e Backstreet Boys, que ficaram famosos no final dos anos 1990 e adentraram o novo milênio, foram seguidos de outras boy bands de sucesso, como 98 Degrees, O-Town e Dream Street.

Antes deles, foi a New Edition que explodiu nos anos 1980, seguido do sucesso do New Kids on the Block. Antes disso, ainda houve o Jackson Five, os Osmonds, entre outros.

Os Jonas Brothers estouraram na metade dos anos 2000 com sua série de sucesso da Disney, filme e discos. Mas eles começaram a declinar anos depois, quando o mais velho, Kevin, casou-se, e Joe e Nick lançaram-se em carreiras solo.

Mas agora, várias bandas estão lançando músicas ao mesmo tempo, ajudando umas às outras a chegarem às paradas.

“Está nos dando um pouco do espírito competitivo que nos faz ir mais além de onde estamos agora”, disse Carlos Pena Jr., de 22 anos, da Big Time Rush.

“É legal ver mais boy bands, além de nós. Queremos mostrar aos fãs do que somos capazes”, contou Prodigy, de 15 anos, integrante da Mindless Behavior. Roc Royal e Princeton — ambos de 14 anos— e Ray Ray, de 15, completam o grupo.

Recentemente, o Big Time Rush lançou seu primeiro filme para a TV, “Big Time Movie”, alcançando uma audiência de 13,1 milhões de espectadores nos Estados Unidos quando estreou no canal Nickelodeon, duas semanas atrás. Eles também lançaram um EP com o mesmo nome para acompanhar o filme, contendo versões de músicas dos Beatles.

Os membros do grupo disseram que não ficaram muito animados quando foram rotulados de “boy band” quando começaram, em 2009. “Para começar, odiávamos esse termo”, declarou James Maslow, de 21 anos. “Porque o termo ainda não tinha voltado”, completou Kendall Schmidt, de 21 anos. “Sentimos como se tivéssemos aberto caminho para que ele voltasse”.

O quarteto já lançou dois discos e sua última turnê contou com abertura dos garotos do One Direction. “Queremos apoiar outras boy bands também, porque queremos que o gênero volte”, destacou Maslow.

Outras boy bands em vias de chegarem ao sucesso são a Midnight Run, criada por RedOne, o produtor por trás de sucessos de Lady Lady como “Just dance”, “'Poker face” e “Bad romance”. Midnight Run vai lançar um single no próximo mês e um disco no fim do ano. Beyoncé, que abriu recentemente a produtora Parkwood Entertainment, disse ter planos de formar sua própria boy band. E o quarteto britânico JLS, concorrentes do programa “X Factor” britânico em 2008, já lançaram três discos que foram sucesso de vendas na Europa, alcançando o primeiro lugar nas paradas por cinco vezes. Agora, eles planejam lançar suas músicas nos Estados Unidos.

“Sempre haverá um mercado voltado para garotas adolescentes ou em seus vinte e poucos anos que têm esse desejo (por boy bands) e eventualmente elas crescem com os grupos”, disse Howie Dorough, integrante dos Backstreet Boys, que recentemente lançou seu primeiro disco solo, “Back to me”.

The Wanted, cujos membros têm entre 18 e 23 anos, lançou dois discos na Grã-Bretanha e chega ao mercado norte-americano no dia 24 de abril. Na cerimônia de entrega dos Brit Awards deste ano, a canção “All time low”, do grupo, perdeu o troféu de melhor single britânico para a música “What makes you beautiful”, do One Direction, atualmente na 28ª posição na “Billboard”. O One Direction, cujo integrante mais jovem tem 18 anos e o mais velho, 20, assinou um contrato com a rede de TV Nickelodeon para estrelar um programa e se apresentará durante a cerimônia do Kids Choice Awards, em abril. O Big Time Rush também fará uma performance na premiação.

Ernie D., da Rádio Disney, afirma que a nova safra de boy bands estão encontrando o sucesso mais rapidamente que os grupos do passado. “A forma com que as coisas estão acontecendo agora é um pouco mais repentina que na última leva. Porque naquela época você tinha que construir uma base de fãs, fazer o acompanhamento. Agora, com todas as redes sociais, você pode ter uma base de fãs imediata, e assim que você conquista essa base, você com certeza estará em ascensão. Bandas como One Direction e The Wanted estão surgindo do anda e tomando a todos de surpresa”, conta.

Fonte: D24am

0 comentários:

Postar um comentário

Sites Oficiais