sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Nick Carter faz primeiro show após morte da irmã e dedica música

'Nunca fiz isso antes e nunca pensei que tivesse que fazer, mas gostaria de dedicar essa música à minha irmã', disse ele.

Dois dias após a morte da irmã, Nick Carter subiu no palco com os Backstreet Boys e dedicou uma das músicas do show, em Nova York, a Leslie Carter. "Nunca fiz isso antes e nunca pensei que tivesse que fazer, mas gostaria de dedicar essa música à minha irmã", disse ele antes de cantar "Falling Down".


Segundo a revista "People", as pessoas da plateia seguraram corações rosas para homenagear a irmã de Nick. "Fiz 100 corações e os distribui para a plateia. Para mostrar que o amamos, que estamos dando apoio e que agradecemos por ele não ter cancelado o show", disse uma fã à publicação.

Fonte: EGO


Polícia afirma que irmã de Nick Carter morreu de overdose de remédios

A polícia afirma que Leslie Carter, irmã de Nick Carter, do grupo Backstreet Boys, morreu de overdose. Ela teria ingerido alta dose de remédios para esquizofrenia, ansiedade, distúrbio bipolar e relaxante muscular. Os medicamentos foram encontrados ao lado do corpo de Leslie, que faleceu na terça-feira, 31, aos 25 anos, nos EUA. Apesar do relatório policial, o exame toxicológico ainda não ficou pronto.

Ginger Carter, madrasta de Leslie, contou à polícia que a menina tinha "uma longa história de distúrbios mentais" e que parecia deprimida na manhã de terça-feira. Leslie estava na casa do pai e da madrasta com a filha, de 10 meses. De acordo com o relatório policial, ela tomou café da manhã com Ginger e reclamou que não estava se sentindo bem. Logo depois, seguiu para o banheiro. Como demorou muito a sair de lá, a madrasta foi até o banheiro, onde a encontrou caída no chuveiro.

Ginger a botou na cama, e achou que ela havia caído no sono. Segundo o relatório, "Ginger percebeu que Leslie não acordou, mas que parecia estar bem, dormindo, e que ela estava respirando e com a cor da pele normal. Ginger então saiu do quarto e fechou a porta."

Quando Robert, pai de Leslie, chegou em casa, por volta das 16h, "ela foi encontrada no quarto sem respirar e não respondia a estímulos", continua o relatório. Ele tentou os primeiros socorros e então ligou para o serviço de emergência, 911. Leslie chegou morta ao hospital.

Autoridades interrogaram Ginger, "que parecia estar sob influência de drogas, com a fala afetada, pupilas dilatadas e sonolência", informa o relatório. A madrasta disse que havia tomado seis pílulas, incluindo o ansiolítico Xanax. "Em depoimento, Ginger disse que normalmente só toma quatro pílulas, mas que o marido havia dado mais duas por causa da morte de Leslie."

Fonte: EGO

0 comentários:

Postar um comentário

Sites Oficiais