sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Entrevista com Nick Carter.

Nick Carter, 31, cantor boy band Backstreet Boys, está trazendo uma nova turnê 10 de fevereiro ao salão de baile Crofoot em Pontiac para divulgar seu segundo álbum solo, "I'm Taking Off'.

O show no metro de Detroit é especial porque Carter concordou com uma visita nos bastidores da sua fã Sarah Cheek,de 30 anos, que foi recentemente diagnosticada no 4º estágio de câncer de mama — depois que seu marido chegou e disse que iria ser seu sonho tornado realidade. O que ela espera?

"Nós vamos nos divertir,", disse Carter. "Vai ser uma grande experiência… Eles fazem perguntas, e você tem que sentir a situação. Você nunca sabe o que vai receber. Às vezes eles são tímidos. Outras vezes, eles são abertos e querem saber tudo. Você apenas tem que se divertir com ele. Eu sou um cara normal. Pros fãs pode parecer que não sou...Mas eu sou um cara normal".

Após 10 anos de alcoolismo e abuso de drogas, Carter revelou em 2009 que tinha um problema cardíaco grave — cardiomiopatia — que poderia ter levado à morte se ele continuasse em um caminho destrutivo. Mas ele agora está limpo e sóbrio.

O ex-namorado da socialite Paris Hilton e homenageado como uma das pessoas mais bonitas da Revista People, passou um tempo com CBS Detroit para falar sobre sua saúde, seu novo álbum, a turnê e o que vem a seguir.

Conte-nos sobre a turnê — Predominam novas músicas ou teremos múscas dos Backstreet Boys?

Há definitivamente alguns hits. Eu estava feliz por ter criado um grande álbum. Eu estou apresentando um monte de minhas canções novas, algumas do meu primeiro álbum, alguns remixes. É um show. Você está vindo para ver um show. Nenhum dançarino, eu não tenho coreografia. Ele é mais de um ambiente de rock do que um ambiente de pop. Temos fantasias, capacetes de espaço e trajes de espaço. É um show, um espetáculo com música.

Você perdeu recentemente 65 quilos, isso torna mais fácil manter a energia para shows de noite após noite?

Eu definitivamente tenho que ficar apto. É a coisa principal. Eu amo fitness, é a chave para a saúde e felicidade. É a chave para a estabilidade mental. Ele mantém meu sangue fluindo, eu sou capaz de pensar mais claramente. Eu amo ser ativo. Eu me sinto mais jovem agora do que quando tinha 21.

Existe alguma coisa sobre seu novo álbum "I'm Taking Off" que pode surpreender os fãs?

Uma coisa que vai surpreender é a qualidade das músicas. Essa é a principal, eu não estou ostentando, mas eu estou dizendo que eu vim de uma banda chamada Backstreet Boys e com certeza nós estamos acostumados a obter grandes canções, uma boa música pop, música que pode ser lembrada. Eu segui esses princípios. Isso possibilita que as pessoas entrem em minha mente. Ele é meu diário. São verdadeiras experiências. Se você está recebendo a partir de experiências reais, é divertido

Sabemos que os Backstreet Boys reuniram-se em 2007 e esteve em turnê com NKOTB. Qual é o status do grupo agora?

Nós faremos outro álbum de Backstreet Boys, estamos começando a gravar em Fevereiro e Março, por isso estamos fazendo todo o processo e nós estaremos em turnê em Abril com NKOTB ao longo da Europa. Austrália, Indonésia, China — e que tomam por alguns meses, que é o nosso horizonte. Depois disso nós provavelmente vamos lançar o álbum Backstreet Boys.

Você teve um Reality Show com seus cinco irmãos em 2006 — você faria isso novamente?

Não realmente. Especialmente depois que eu tenho atuado como uma verdadeira forma de arte. Não é para todos. A realidade apresenta um tipo de você, e você não tem controle sobre ele. Você ve o que aconteceu com o Kardashians. Mas eu não quero fazê-lo novamente. Eu teria que ser levado um pouco a sério. Eu estou escrevendo roteiros, produzindo, dirigindo e atuando.

Que Conselho você teria para jovens cantores?

Eu não dou conselhos. Apenas se divirtam..

Quem é o seu modelo no mundo da música?

Honestamente, eu tenho quatro modelos: quatro dos caras na minha banda. Eles foram modelos para mim por um tempo. Não importa o quê, eu sempre tive que depender de mim e me mudar. Quando você entende que ninguém pode ajudar você além de você mesmo,  você consegue!

Você pensou em escrever um livro de auto-ajuda. Qual seria o título?

Sim. Nós estamos falando agora. Filho de Dr. Phil e eu estávamos em algumas sessões, nada é confirmado. Houve muito interesse de ambos os lados em fazer este livro. Eu não sei (título). Minhas experiências na minha vida, coisas que eram boas, coisas que eram más escolhas que te afetam. Tipo assim.

0 comentários:

Postar um comentário

Sites Oficiais